Cristovam votará sim no plenário

Cristovam Buarque não é titular da comissão, mas pediu a palavra para rebater Humberto Costa, que chamou os defensores do impeachment de golpistas.

“Não há tanques de guerra nas ruas, a não ser um ou outro lá nas Olimpíadas”, afirmou. “O Senado não é um quartel.”

Cristovam confirma, assim, que votará pelo afastamento definitivo de Dilma Rousseff no plenário.