Crivella não comparece a depoimento sobre suposto 'QG da propina'

Marcelo Crivella faltou nesta terça-feira (22) a um depoimento em que seria ouvido pela Polícia Civil, como testemunha, na investigação do suposto “QG da propina” instalado na prefeitura do Rio, registra o G1.

A assessoria do prefeito alegou que ele ainda aguarda esclarecimento para saber se o processo corre em sigilo, e sua defesa disse que tentará remarcar o depoimento.

No último dia 10, Crivella teve um celular apreendido em operação do MP-RJ e da Polícia Civil que apura corrupção na administração municipal.

A ação é um desdobramento da Operação Hades, deflagrada em março, na qual Marcelo Alves, ex-presidente da Riotur, o irmão dele, Rafael Alves –apontado como um dos homens de confiança do prefeito–, e Lemuel Gonçalves, ex-assessor de Crivella, foram os principais alvos.

Leia mais: Exclusivo: a estratégia secreta para proteger ministros do STF contra a Lava Jato
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 16 comentários
TOPO