ACESSE

O Réveillon alternativo de Crivella

Telegram

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, disse neste domingo que os representantes dos setores de hotelaria e restaurantes ligaram para ele “brabos” por causa da suspensão da festa de Réveillon em Copacabana.

Como noticiamos ontem, a Prefeitura do Rio informou que não realizaria o evento da maneira tradicional, com shows e aglomeração.

“Não foi adiado, nós estamos pensando em fazer o Réveillon de outro jeito. Como é que é o Réveillon de outro jeito? Ah, nós vamos fazer tudo virtual. Mas deu uma confusão danada, porque o pessoal dos hotéis ligaram brabos para mim, ligaram brabos, e o pessoal dos restaurantes também, ‘Ô, Crivella que história é essa?’. Então vamos agora essa semana fazer uma reunião com a imprensa para tratar do assunto”, disse em gravação enviada à imprensa.

Leia mais: Escândalos à vista: os novos aliados de Bolsonaro

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 15 comentários