Crusoé: ex-assessora de Gilmar divulga nota sobre patrocínios secretos

Dalide Corrêa, que assessorou Gilmar Mendes por duas décadas, divulgou uma nota tentando eximir o ministro do STF no caso dos patrocínios secretos revelados por Crusoé.

Leia:

Patrocínios ocultos: ex-assessora tenta diminuir papel de Gilmar

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

    1. Os antagonistas inventaram a honestidade intelectual que fora jogada no lixo pelo PT PSDB e pelo PmDB em toda a história recente do Brasil. O antagonista defende o Brasil desses bandidos, desses gângsters assassinos.

Ler mais 32 comentários
    1. Os antagonistas inventaram a honestidade intelectual que fora jogada no lixo pelo PT PSDB e pelo PmDB em toda a história recente do Brasil. O antagonista defende o Brasil desses bandidos, desses gângsters assassinos.

  1. Ridiculo. A nota demonstra absoluta ignorância acerca donque seja atobde improbidade. A atuação de interposta possoa não isenta o agente público beneficiado ilicitamente.

  2. A revista poderia divulgar a Lista da PGFN que nomeia deputados federais e senadores em conluio com empresas pegando empréstimos de mais de 90 bilhões e ninguém pagou à União a dívida. E ainda tem quem acredita nesta de fundo eleitoral.

  3. A nota desta aspone, compromete de vez o canalha do GM. O “todo poderoso”que apequena o STF acabou de se esculhambar. Se o chamarem de canalha e corrupto e vendedor de decisões nos aeroportos vai ter que ouvir calado e, não vai poder fazer uso do seu poder de ministro para tentar intimidar os brasileiros honestos indignados com sua presença no STF. Como Lula ele também não sabe de nada que acontece no seu IDP. Só trouxa para acreditar em tamanha canalhice.

    1. Impeachment desse Gilmar Mendes que tanta destruição trouxe ao Brasil. Quando o Brasil prender todos esses bandidos o povo Será mais Feliz !!

  4. Uma vergonha para a magistratura brasileira!
    Como pode este senhor tentar explicar o inexplicável! Tem razão total o Ministro Barroso, uma vergonha para o STF e para o Brasil. Um deboche!

  5. Não li a matéria, mas é irrelevante o que a assessora diz, pois a responsabilidade é do ministro. Só num país como o nosso, ministro é dono de empresa, recebe “doações” completamente “desinteressadas”, tem 11 processos de impeachment, não se declara impedido quando a suspeição é óbvia e a coisa fica por isso mesmo.

  6. Esse sujeito é um CANALHA…!!!!
    ELE DEVERIA CONTINUAR PEGANDO AVIÕES DE CARREIRA PARA OUVIR UM MONTE DAQUELAS “IDOSAS” SIMPÁTICAS E PATRIOTAS!!!
    IMPEACHMENT DO GILMARLUF , JÁ!!!!

  7. Muito redícula esta assessora querer esconder o óbvio, e em as empresas dão patrocínio porque querem a contra -partidada. Alías como este togado pode ter uma empresa pois vira em conflitos de interesse.

  8. Pilantra, advogado de MARGINAIS disfarçado de “ministrinho” do apequenado “stf”, ele se esmera todo em soltar MARGINAIS RICOS e PODEROSOS com toda a ladainha do “estaduuu democratiCÚ de direito” quando na verdade é apenas um Advogado de Defesa de seus clientes, poderia fazer parte da banca do Sepúlveda e deixar o STF pois Não tem Moral nenhuma para estar lá.

  9. Em qual nação desenvolvida a Europa, Oceania, América do Norte um Ministro do STF possui ASSESSORIA de IMPRENSA PARTICULAR?
    Lá em Portugal, onde esse sujeito tem apartamento e irá se refugiar depois de phoder com o nosso país, um Ministro da Suprema Corte tem quantos ASPONES no seu gabinete?
    E nos EUA? E na Alemanha? O diabo mora nos detalhes!

  10. Ha ha ha ha ha ha ha ha…
    .
    Vai se expondo ainda mais, beiço de hipopótamo.
    .
    No Brasil, você é persona no grata.
    .
    Que vergonha para a família, né? Se bem que não. Estão juntos, esbulhando o povo que PAGA os seus salários, né? Sem honra entre os ladrões….

  11. E agora? Ele vai rir da gente. Não tem nenhum escrúpulo como os outros corruptos. Só vai aumentar a aversão que o povo tem deste homem ridículo, inescrupuloso, grosseiro, nefasto.