Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Crusoé: o capitão factoide

Para manter seus apoiadores mobilizados, o presidente aposta no conflito. Ironicamente, a estratégia diversionista interessa também aos atacados, como o STF
Crusoé: o capitão factoide
Capa: Rodrigo Freitas/O Antagonista - Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

Para manter seus apoiadores mobilizados em torno do que ainda resta da cartilha bolsonarista, o presidente da República tem apostado no conflito. Reportagem de capa da nova edição da Crusoé, mostra que quase tudo é diversionismo. “A questão é que, ironicamente, a confusão permanente interessa até aos atacados, como o STF.”

“Nos últimos dias, apoiado na simpatia de que desfruta entre uma parcela dos fardados, o capitão da reserva colocou em marcha seu mais novo factoide. Depois de investir, sem sucesso, contra a independência do Congresso Nacional no debate sobre o voto impresso e de criar um clima de ruptura institucional com os ataques ao Supremo Tribunal Federal, Bolsonaro e seus aliados passaram a investir no que seria uma espécie de insurgência das forças de segurança, especialmente as dos estados, contra o ‘câncer’ do Brasil que ele diz combater, ainda que não explique exatamente do que se trata.

O novo movimento ocorre às vésperas do feriado da independência, quando apoiadores do atual ocupante do Planalto prometem sair às ruas. A tensão em torno do Sete de Setembro vem mobilizando parlamentares, governadores e autoridades do Judiciário, que se uniram para ampliar a vigilância sobre as tropas e evitar eventuais rebeliões policiais em apoio à retórica belicosa do presidente. Qualquer que seja o resultado das manifestações, Bolsonaro já conseguiu o que queria: sua mais nova investida golpista tirou o foco das graves suspeitas sob investigação na CPI da Covid e mobilizou seus apoiadores mais radicais. A cada factoide, a cada ordem unida, ele ofusca as concessões do governo ao Centrão, mascara as iniciativas oficiais destinadas a frear o combate à corrupção e esconde o fracasso retumbante de suas promessas de campanha.”

Leia a reportagem completa, assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO