Culpar o morto não vale

Telegram

Fabrício de Queiroz, o ex-motorista de Flávio Bolsonaro, não pode ceder à tentação de responsabilizar o capitão Jorge Francisco por um eventual esquema de pedágio.

O ex-chefe de gabinete de Jair Bolsonaro morreu em abril.

Comentários

  • Cacevo -

    Estão fazendo neste episódio o mesmo que o PT fez durante todo o mandato. Porquê não resolvem esse imbróglio logo? Porque ficar dando munição para a impressa cobrar?

  • Jose -

    E os outros listados??? Coisa de dezenas de milhões??? Por que não há comentários há respeito??? Do quê tem medo, "Antagonistas"???

  • Margareth -

    O molusco vive fazendo isso com a sua insepulta esposa, porque esse assessor fará diferente? Ah é Natal e a equipe Antagonista acredita no Papai Noel.

Ler 60 comentários