ACESSE

Cultura tenta impedir que políticos recebam auxílio emergencial para artistas

Telegram

Na última semana, a Secretaria Especial de Cultura correu para operacionalizar os pagamentos do auxílio emergencial para o setor artístico, que já é lei há mais de um mês, diz a Crusoé.

Entre as providência adotadas antes do início do pagamento, a secretaria, comandada por Mário Frias, pediu para que o TSE forneça dados de titulares de mandatos eletivos pelo país afora.

O objetivo é impedir que políticos recebam o pagamento.

A expectativa é que o voucher comece a ser pago no próximo dia 10. Serão três parcelas de R$ 600.

Leia aqui a íntegra da nota.

Leia mais: Exclusivo: a imprensa livre na mira

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 2 comentários