Cunha 247

A Gol pagou propina a Eduardo Cunha superfaturando anúncios em seus sites.

De acordo com a Folha de S. Paulo, os anúncios “custaram ao menos cem vezes mais do que os valores normalmente praticados no mercado publicitário”.

E também:

“Para veicular quatro banners em cada endereço ligado ao ex-deputado, a companhia aérea gastou R$ 200 mil por mês entre 2012 e 2013.

O investimento total foi de R$ 2,2 milhões, segundo documentos fornecidos à PF pela agência AlmapBBDO, que atende a Gol”.

Só os sites contratados pelo PT conseguiram ganhar mais do que isso.

Faça o primeiro comentário