Cunha deve ser processado por Fisco e BC

Eduardo Cunha deve estar arrependido da entrevista ao JN em que confirmou ser beneficiário de contas administradas por um fundo trust. Como usufrutuário desses recursos, Cunha tinha por obrigação legal declará-los à Receita Federal e ao Banco Central.

O fato de não ser titular não o isenta de prestar contas aos órgãos de controle. Ele pode até escapar do Conselho de Ética, mas não escapará de um processo por sonegação de bens e informações.

Auditores do Fisco e do BC avaliam que é uma questão de dias, ou horas, para que ele receba uma intimação.

Faça o primeiro comentário