Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Cunha diz que "emenda extra sempre existiu" e confirma "distribuição para quem vota com o governo"

No Papo Antagonista, o ex-presidente da Câmara avaliou o escândalo do Bolsolão e lembrou que tentou acabar com o direcionamento ao aprovar as emendas impositivas
Cunha diz que “emenda extra sempre existiu” e confirma “distribuição para quem vota com o governo”
Reprodução/YouTube

No Papo Antagonista, Eduardo Cunha disse que “emendas extras” sempre foram pagas para parlamentares aliados, “geralmente com sobras do orçamento no fim do ano”. “Eram dadas a lideranças dos partidos que distribuíam entre seus deputados.”

“Eu fui líder e sei como funciona. Eu que aprovei a emenda impositiva, pois nem todos os parlamentares conseguiam liberar suas emendas. Foi justamente para acabar com a escolha do governo para quem dar o dinheiro.”

Cunha diz que, para “não parecer que estava liberando as emendas aos parlamentares que estavam votando com o governo, eles davam na forma de ‘extra’ o valor, para os programas dos ministérios. Vi isso várias vezes. Era absolutamente normal. Se agora, estão dando (verba) extra, estão dando um benefício a mais para quem vota com o governo.”

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO