Cunha, Funaro e a “licitação delatória”

Ao citar a entrevista de Eduardo Cunha à Época, a defesa de Michel Temer diz que Rodrigo Janot fez uma “licitação delatória” entre o ex-deputado e o operador Lúcio Funaro.

Funaro ganhou essa licitação, por que, para variar, Cunha queria fraudá-la.

8 comentários

  1. minha opinião disse: 4 de outubro de 2017 às 16:42
    Decente é um presidente viajar no avião de um bandido notório, recebe.lo no porão de madrugada, combinar pagto. de propina a ser entregue ao seu “coletor de impostos” ouvir o bandido notório, confessar compra de juiz, e responder. “Tem que manter isso viu” isso é que é um presidente decente. Toma VERGONHA!

  2. Pelo jeito, Eduardo Cunha se acertou com o Michel Temer
    Não veremos mais o Eduardo Cunha chantageando o Michel Temer com aquelas perguntas que ele fazia, que mais pareciam um esboço de delação premiada
    Michel Temer e Eduardo Cunha reataram relações.
    Quanto será que custou?
    Será que é a gente que vai pagar por essa reaproximação do Michel com o Cunha?

  3. Estavam sumido guardando alpiste pra batalha final, abriram o curral(gaiola?) os Mavs temerecos alpistenses estão doidos, desesperados na defesa do patrão de Gedeel/Loures. Ou salvam Temer ou vão ter que passar a comer mortadela no PT.

  4. Vulgarmente conhecido como LEILÃO.
    Quem derrubar Temer primeiro ganha.
    Outro termo muito bom que a defesa usa é “delação induzida”…

Comentários temporariamente fechados.
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.