Cunha nega relação com advogado

Eduardo Cunha entrou em contato com O Antagonista para dizer que Marcos Joaquim não é seu advogado, mas um “consultor jurídico em matéria tributária”.

Revelamos aqui e aqui que a Polícia Federal apreendeu mensagens de celular em que Otávio de Azevedo, da Andrade Gutierrez, conversa com o advogado. Segundo a PF, Marcos Joaquim teria intermediado encontros de Azevedo com Cunha.

O deputado diz que conhece o ex-presidente da Andrade Gutierrez há 25 anos e que o encontro com ele no escritório de Marcos Joaquim, em junho de 2014, “foi uma coincidência”.

Segundo a PF, Marcos Joaquim foi advogado de Cunha junto à CVM no caso do fundo de pensão Prece. Cunha diz que ele ia fazer sua defesa fiscal, mas o escritório Mattos Filho não o autorizou e que ele deixou o caso.

A PF acha outra coisa.

Faça o primeiro comentário