Cunha, outro chicaneiro

Eduardo Cunha é chicaneiro como Lula, mas ontem à noite ele perdeu uma importante batalha no Conselho de Ética, que finalmente deu sequência a seu processo de cassação.

As manobras patrocinadas por Cunha consumiram cinco meses de sessões parlamentares – dinheiro do contribuinte jogado fora.

Ele vai continuar tentando manipular o colegiado para conseguir uma punição mais branda. O livramento está nas mãos do plenário do Supremo.