Cúpula conservadora gastou mais de 1 milhão do fundo partidário

O Antagonista apurou que a fundação do PSL gastou R$ 1,1 milhão do fundo partidário  com a CPAC, a cúpula conservadora organizada por Eduardo Bolsonaro. O evento foi projetado para 2 mil pessoas.

No ano passado, uma versão preliminar do evento custou R$ 500 mil. O uso do recurso público não é ilegal. Mas, nos EUA, são os participantes que financiam o encontro com pagamento de ingressos.

Comentários

  • Didi -

    Bravo, já te disse, para de passar vergonha, quem critica aqui são os eleitores desapontados e arrependidos de Bolsonaro. Aceite. A esquerda tá na dela, nem precisa reclamar de nada, está adoran

  • Francisco -

    e a NOVA choradeira que o dinheiro disponível é pouco. CHORA bando de corruptos.

  • Didi -

    Reunião dos fanáticos

Ler 184 comentários