Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Cúpula do Itamaraty considera inevitável saída do presidente de ‘bunker olavista’

Cúpula do Itamaraty considera inevitável saída do presidente de ‘bunker olavista’
Foto: Rodrigo Freitas/O Antagonista

Integrantes da cúpula do Ministério das Relações Exteriores consideram inevitável a saída do embaixador Roberto Goidanich da presidência da Fundação Alexandre de Gusmão (Funag), braço cultural da pasta, diz a Crusoé.

Durante a gestão de Ernesto Araújo no Itamaraty, o órgão foi transformado por Goidanich em uma espécie de “bunker ideológico” para a promoção de palestras ministradas por expoentes do bolsonarismo e discípulos de Olavo de Carvalho.

A Funag chegou até a promover um seminário contra o uso de máscaras em plena pandemia — o vídeo acabou sendo removido pelo YouTube.

Leia aqui a íntegra da nota. Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO