CUT veta vídeo de Doria para '1º de Maio virtual'

CUT veta vídeo de Doria para 1º de Maio virtual
Foto: Adriano Machado/Crusoé

A CUT vetou a participação de João Doria no “palanque virtual” de 1º de Maio que reunirá vários pré-candidatos à disputa de 2022 contra Jair Bolsonaro, informa o Estadão.

O ato vai exibir vídeos com declarações de prováveis desafiantes de Bolsonaro, como Lula, Ciro Gomes e Flávio Dino. Os organizadores do evento fizeram o convite ao governador tucano, mas a central sindical ligada ao PT voltou atrás depois de ele ter mandado sua gravação.

“Não podemos aceitar a presença de inimigos de classe, golpistas, representantes dos capitalistas exploradores, dos políticos que votam medidas de ataques aos nossos direitos, empregos e salários, no palanque da maior data de luta da classe trabalhadora mundial”, afirma a nota da central petista.

No vídeo vetado, Doria afirma que o momento é de “compaixão” e manifesta solidariedade “aos familiares de quase 400 mil brasileiros” que perderam as vidas na pandemia da Covid.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
TOPO