CVM condena Eduardo Cunha a multa de R$ 5 milhões

O colegiado da Comissão de Valores Mobiliários, que regula o mercado de ações no Brasil, condenou hoje Eduardo Cunha a uma multa de R$ 5 milhões, informa O Globo.

O processo que resultou na condenação do ex-presidente da Câmara investigou irregularidades em negócios com contratos futuros envolvendo o fundo de pensão dos trabalhadores da Cedae, a estatal de água e esgoto do Rio.

A CVM também aplicou cerca de R$ 178 milhões em multas a outros 15 acusados de terem participado do esquema, entre eles Lúcio Funaro, que terá de pagar R$ 3,8 milhões.

Hoje, Cunha está preso e Funaro cumpre prisão domiciliar por crimes investigados pela Lava Jato.

 

Temas relacionados:

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Facínoras endinheirados no Brasil costumam chegar à presidência da Câmara, do Senado, à da República e às das altas Cortes de Justiça.. mas não estão habituados a pagar multas impostas a eles.

Ler mais 11 comentários
  1. Facínoras endinheirados no Brasil costumam chegar à presidência da Câmara, do Senado, à da República e às das altas Cortes de Justiça.. mas não estão habituados a pagar multas impostas a eles.

    1. Bem assim. E o Joesley? Quanto custou para parar o processo? E como disse outro aqui, a Dilma, Pasadena, desvios da Petrobrás e tal?