ACESSE

CVM prepara-se para julgar Dilma no caso da refinaria Abreu e Lima

Telegram

A CVM, que regula o mercado de ações no Brasil, julgará na segunda (24) o caso em que Dilma Rousseff, ex-diretores e ex-conselheiros da Petrobras são acusados de não observar os “deveres fiduciários” da estatal na construção da refinaria Abreu e Lima, registra Lauro Jardim.

Entre os réus, além de Dilma, estão ex-presidentes da Petrobras, como José Sergio Gabrielli e Graça Foster, ex-diretores, como Nestor Cerveró e Paulo Roberto Costa e ex-conselheiros como Guido Mantega e Jorge Gerdau Johannpeter.

Alvo de uma fase da operação da Lava Jato, a Abreu e Lima, em Pernambuco,  tinha um orçamento inicial de US$ 2,3 bilhões para sua construção.

Ela acabou custando US$ 18,5 bilhões aos cofres da Petrobras –ou seja, pagos por todos nós.

Leia mais: CHEQUES DE QUEIROZ A MICHELLE BOLSONARO: O PRÓXIMO CAPÍTULO

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 21 comentários