Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

CVM vai investigar operação suspeita com ações da Petrobras

CVM vai investigar operação suspeita com ações da Petrobras
André Motta de Souza/Agência Petrobrás

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que fiscaliza o mercado de capitais, vai abrir investigação para apurar quem lucrou milhões nas transações com opções de venda de ações da Petrobras, segundo o Globo.

Como mostramos, vinte minutos depois da reunião em que foi decidida a demissão de Roberto Castello Branco, no dia 18 de fevereiro, houve uma aquisição de 2,6 milhões de ações da da Petrobras. Nove minutos depois, foi feita uma nova compra, de 1,4 milhão de títulos.

Cerca de uma hora depois, Bolsonaro começou sua live e afirmou: “o presidente da Petrobras falou que determinava o preço e não tinha nada que ver com os caminhoneiros, e isso tem uma consequência, obviamente”.

O Globo descobriu que as duas compras foram feitas usando a plataforma de uma mesma corretora, a Tullett Prebon.

As negociações atípicas sugerem que houve uso de informação privilegiada.

O jornal apurou que os técnicos da autarquia estão buscando informações tanto com a corretora que intermediou as operações como com a bolsa de valores, a B3, e se preparam para abrir uma investigação formal nos próximos dias.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
>
TOPO