Cybermortadelas pagos para falar mal de Bolsonaro

Os cybermortadelas foram pagos para falar mal de Jair Bolsonaro.

Depois de algum tempo, porém, a prática foi suspensa.

Diz a Deutsche Welle, que conversou com um dos jabazeiros petistas:

“Por orientação interna, os jornalistas da Fórmula Tecnologia começaram a investir em matérias que falavam bem do candidato à Presidência da República Luiz Inácio Lula da Silva, que tinha seu próprio aplicativo, o Brasil Feliz de Novo, mesmo nome de sua coligação.

Começaram também a produzir pautas contrárias a Jair Bolsonaro, que concorre à Presidência pelo PSL. Pouco tempo depois, outra orientação interna vetou o tema.”

Mais notícias
TOPO