Da cozinha Kitchens para o mundo

Lula também aproveitou seu panfleto jurídico distribuído na ONU para negar que tenha recebido um triplex no Guarujá ou um sítio em Atibaia de construtoras envolvidas no petrolão.

“Ele refuta, em detalhes, as alegações de que as empresas de construção o ajudaram a comprar um apartamento (ele não o comprou), ou que tenham equipado uma propriedade rural (que é de propriedade de amigos) como contrapartida de qualquer favorecimento, ou, ainda, que tenham pago por suas palestras como um quid pro quo por serviços fornecidos enquanto ele era presidente.”

A declaração de Lula soa ainda mais ridícula, até pueril, após a divulgação mais cedo dos laudos da Polícia Federal que confirmam o que ele tenta negar.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200