Dá para fazer aquela triagem, malandragem?

O ministro ocupador da pasta da Justiça e advogado administrativo das empreiteiras do Petrolão, José Eduardo Cardozo, afirmou ter pedido a “órgãos técnicos” para que analisassem o caso dos brasileiros envolvidos no esquema de lavagem de dinheiro e evasão fiscal em escala planetária perpetradas pelo HSBC de Genebra no final dos anos 90 — onze deles, pelo menos, citados na Operação Lava-Jato. E mais não disse.

Ou seja, pode-se interpretar que informações mais substanciais devem ter sido remetidas aos advogados dessa gente. Pode-se interpretar ainda que o assunto de como fazer a triagem do lixo será discutido nas próximas reuniões secretas com José Eduardo Cardozo. Não interessa se estamos olhando o passado, petista que é petista tem amizade retroativa e… Aleivosias? Pois é, nisso é que dá fazer reunião secreta. A gente pode pensar tudo.

Em tempo, o Ministério Público Federal, que é autônomo, divulgou que investigará os brasileiros que apareceram como correntistas do HSBC de Genebra, conforme mostraram os dados do SwissLeaks.

Mas não se preocupe, empreita, Cardozão adora bons pagadores que contribuem para gerar riqueza no Brasil — ri-que-za, capito…Aleivoisias? Pois é, nisso é que dá fazer etc.

Os amigos de Cardozo

fazem a triagem do lixo

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200