Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Datafolha: reprovação a Bolsonaro bate recorde e chega a 53%

Depois das ameaças golpistas do 7 de Setembro e do suposto recuo, presidente obtém pior índice de seu mandato; apenas 22% o consideram ótimo ou bom
Datafolha: reprovação a Bolsonaro bate recorde e chega a 53%
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Após as ameaças golpistas do 7 de Setembro —e o suposto recuo acordado com Michel Temer e Alexandre de Moraes—, Jair Bolsonaro bateu novo recorde de reprovação, diz o Datafolha. Ela chegou a 53%, o índice mais alto de seu mandato.

No levantamento anterior do instituto, realizado em junho, o presidente tinha 51% de reprovação —oscilou, portanto, dentro da margem de erro da pesquisa, que é de dois pontos para mais ou para menos.

A avaliação de Bolsonaro como ruim ou péssimo, no entanto, segue em curva ascendente desde dezembro do ano passado.

O presidente é avaliado como bom ou ótimo por 22%, ante os 24% da pesquisa anterior, que eram então o pior índice do seu mandato) e considerado regular por 24% dos entrevistados, mesmo índice de julho.

O Datafolha ouviu presencialmente, entre os dias 13 e 15 de setembro, 3.667 pessoas com mais de 16 anos em 190 municípios de todo o país.

Mais notícias
TOPO