David Uip não fará acordo com gerente de farmácia que vazou prescrição de cloroquina

David Uip não fará acordo com gerente de farmácia que vazou prescrição de cloroquina
Foto: Governo do Estado de São Paulo

O ex-secretário de Saúde de São Paulo David Uip rejeitou fazer um acordo de conciliação com o gerente de farmácia responsável por vazar a receita médica que atestaria que o infectologista usou cloroquina no tratamento da Covid-19.

Segundo a Folha, a decisão foi anunciada pela defesa de Uip antes da audiência judicial que só será realizada no dia 11 deste mês.

Eles dizem que o médico foi alvo de “discursos de ódio” depois do vazamento do documento.

O administrador da farmácia é acusado de violar o sigilo profissional. Uip teve Covid em maio do ano passado, quando estava à frente do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO