ACESSE

De férias, Ramos vai cumprir rito de passagem para a reserva do Exército

Telegram

Os cinco dias de férias de Luiz Eduardo Ramos, o articulador político do Planalto, servirão para o ministro cumprir um rito militar de passagem de generais para a reserva.

Segundo a Secretaria de Governo, Ramos cumprirá agendas no Comando Militar do Sudeste, em São Paulo, na Academia Militar das Agulhas Negras e na Brigada de Infantaria Paraquedista, no Rio.

“Conforme ‘tradição castrense’, os oficiais-generais que vão para reserva fazem um percurso pelas Unidades nas quais eles mais se identificaram durante a carreira no Exército”, disse a pasta, em nota.

O período de folga de Ramos no Planalto ocorre no meio de embates no Centrão, que tenta destituir Aguinaldo Ribeiro da liderança da Maioria, e na expectativa de uma nova sessão do Congresso para a análise de vetos presidenciais.

As férias foram autorizadas por Jair Bolsonaro e confirmadas em publicação no Diário Oficial de hoje.

Foto: Suamy Beydoun/Agif/Folhapress

Leia mais: O DNA da corrupção

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 2 comentários