De Graciliano Ramos a José Dirceu

Na prisão, Graciliano Ramos escreveu “Memórias do Cárcere”.

Na prisão, José Dirceu escreve “Observações de um Corrupto”.

A decadência da literatura nacional é evidente como a da esquerda nativa.