De olho na eleição na Câmara e fora da agenda, Maia se reúne com governador do PT

A assessoria de Rodrigo Maia informou que o deputado não tem “compromissos públicos” hoje.

O Antagonista apurou, no entanto, que o presidente da Câmara está reunido neste momento em um almoço com o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), em Fortaleza.

A pauta principal é a eleição interna na Câmara, em fevereiro do ano que vem — em toda eleição, há a expectativa de que governadores garantam votos por meio de deputados de seu partido e/ou estado. Enquanto isso, a Câmara está há seis semanas sem aprovada nada.

Maia tenta costurar acordos com a esquerda para garantir seu sucessor — também não está completamente descartada a possibilidade de o próprio deputado tentar uma nova reeleição, o que hoje é vedado pela Constituição.

Rodrigo Maia foi eleito e reeleito com o apoio da esquerda, onde tem grandes amigos, como o deputado do PC do B Orlando Silva. Mas se lançar Baleia Rossi (MDB) ou Luciano Bivar (PSL), por exemplo, Maia tende a ter dificuldades em agregar muitos apoios nesse campo: o primeiro é ligado a Michel Temer e, portanto, é repelido pelo PT; o segundo, apesar do rompimento, é visto como um dos responsáveis por “parir” Jair Bolsonaro.

Do outro lado, Arthur Lira (PP), que aposta na vitória, se vende como “o amigo de todo mundo”, mas certamente encontrará algum tipo de resistência na esquerda por ser o candidato escolhido pelo Palácio do Planalto.

O almoço entre Maia e Camilo Santana, no Palácio da Abolição, sede do governo estadual, também ocorre em meio à campanha do segundo turno em Fortaleza, onde DEM e PT estão apoiando o candidato da família dos irmãos Gomes, Sarto (PDT).

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 13 comentários
TOPO