De prisão temporária para preventiva

A Justiça decretou a prisão preventiva do ex-governador de Tocantins, Sandoval Cardoso (Solidariedade), preso na Operação Ápia. Cardoso está detido desde 13 de outubro.

A Ápia investiga um esquema de corrupção em contratos de obras de rodovias no Estado. A estimativa é que entre R$ 200 milhões e R$ 250 milhões tenham sido desviados. As sete empreiteiras envolvidas receberam R$ 1,2 bilhão do BNDES.

Faça o primeiro comentário