De quem é a fazenda?

Juscelino Dourado tem 20 dias para explicar à Receita Federal o aumento de seu patrimônio. Nos últimos cinco anos, ele recebeu R$ 4,7 milhões em distribuição de lucros de sua empresa de assessoria (J&F) e teria outros R$ 2,2 milhões a receber.

O Fisco também quer saber como ele adquiriu a fazenda no Mato Grosso, que estaria em nome da mesma J&F. A PF suspeita que a propriedade seja de Antonio Palocci.

Faça o primeiro comentário