Decisão de não apoiar Boulos foi ‘exclusivamente’ de Tatto, diz Lula

Lula comentou neste domingo a decisão de Jilmar Tatto de não declarar apoio a Guilherme Boulos na corrida pela Prefeitura de São Paulo.

Segundo o ex-presidiário, decisão foi “única e exclusivamente” de Tatto.

“Ela [Gleisi Hoffmann] fez o que deveria fazer como presidente do partido e, segundo as informações, disse para o candidato que dependia única e exclusivamente dele. Ninguém poderia dizer o que ele deveria fazer. O candidato disse: eu vou continuar. Acho que foi atitude dele soberana de dizer que não ia retirar a candidatura”, afirmou Lula após votar em São Bernardo do Campo.

Para não variar, Lula tenta descolar-se de mais um fracasso. Só que não: ele é o chefão do partido.

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 50 comentários
TOPO