Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Decisão do STF adia reunião da Anvisa sobre vacinas

Nova liminar acabou postergando análise que poderia liberar até 95 milhões de doses dos imunizantes russo e indiano
Decisão do STF adia reunião da Anvisa sobre vacinas
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Liminar concedida por Ricardo Lewandowski a pedido do governo do Maranhão acabou adiando a reunião da Anvisa que estava prevista para hoje, às 17h, e na qual os diretores deliberariam sobre a liberação de 95 milhões de doses das vacinas Sputnik V e Covaxin.

O ministro deu prazo de cinco dias úteis para a Anvisa se manifestar sobre a autorização de importação pelo Estado, o que irritou diretores da agência, segundo o Valor.

Eles “discordam da recorrente atuação do STF” em decisões técnicas.

“Os técnicos e diretores da agência reguladora estão trabalhando na documentação complementar encaminhada pelos representantes das duas vacinas. Segundo apurou o Valor, até ontem a situação era mais favorável para a Covaxin e um pouco mais complicada para a Sputnik.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO