ACESSE

Decisão do STF deve retirar foro de Carlos Bolsonaro

Telegram

Por unanimidade, os cinco ministros da Primeira Turma do STF votaram pela suspensão do artigo da Constituição fluminense que delega ao TJ a responsabilidade de julgar vereadores. A sessão foi encerrada nesta sexta-feira.

A decisão do Supremo deve retirar o foro especial do vereador Carlos Bolsonaro.

O filho 02 do presidente da República é alvo de uma investigação criminal sobre a suspeita de ter empregado funcionários fantasmas. Atualmente, a investigação é conduzida pelo gabinete do procurador-geral de Justiça do Rio, Eduardo Gussem.

Caso perca o foro a investigação sobre Carlos será conduzida por promotores e supervisionada por um juiz de primeira instância.

Leia mais: A coluna exclusiva de Moro na 'Crusoé': assine e ganhe um ebook sobre o ex-juiz e ex-ministro. Clique e saiba mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 109 comentários