Decisão sobre Onyx afeta outros parlamentares

Telegram

Na mesma decisão que autorizou investigação sobre o caixa 2 pago pela JBS a Onyx Lorenzoni, Edson Fachin também determinou apuração de repasses não declarados para campanhas dos deputados Alceu Moreira (MDB-RS), Marcelo Castro (MDB-PI), Jerônimo Goergen (PP-RS), Paulo Teixeira (PT-SP) e Zé Silva (SD-MG), e dos senadores Ciro Nogueira (PP-PI), Eduardo Braga (MDB-AM), Renan Calheiros (MDB-AL) e Wellington Fagundes (PR-MT).

As apurações ficarão a cargo de outros ministros, a serem sorteados. O ministro considerou que, pelo fato de vários repasses por não terem relação direta com esquemas investigados na Lava Jato, poderão ser livremente distribuídos no STF.

Comentários

  • Juliana -

    ptista ridículo. Sai daqui.

  • Rumanettto -

    Antas apagando posts baixou imprensa marron

  • Paulo -

    Esperem até esse governo assumir vai aparecer muita coisa que está guardada, Bolsonaro se pensa que vai governar com tranquilidade é bom jairseacostumando.

Ler 41 comentários