ACESSE

Decotelli vai processar a FGV

Telegram

Carlos Alberto Decotelli, que nem chegou a ser empossado ministro da Educação em razão das  trapalhadas em seu currículo, vai processar a FGV, diz o Globo.

No fim do mês passado, a fundação afirmou que Decotelli não fazia parte do quadro de professores efetivos da instituição, como mostrava seu currículo na plataforma Lattes.

Segundo a FGV, Decotelli deu aulas em cursos vinculados à fundação, como professor colaborador.

Leia mais: Paralisia toma conta de áreas do governo responsáveis por ações vitais para o país. Clique para ler mais

Comentários

  • Maria -

    Ele já deu a carteirada que estava sofrendo perseguição por ser negro. Agora, depois da mentirada no CV, vai tentar garantir um tutuzinho. Que papelão, moço!

  • Pedro -

    É isso aí. Processo neles!!!

  • JOSE -

    Não vejo nada que justifique processar a FGV. Se ele não era professor efetivo do quadro da instituição, apenas professor prestador de serviços, não está diferente do que a FGV informou.

Ler 27 comentários