ACESSE

Defensoria Pública pede afastamento imediato de presidente da Fundação Palmares

Telegram

A Defensoria Pública da União (DPU) apresentou um pedido de tutela provisória de urgência com o objetivo de afastar Sérgio Nascimento de Camargo da presidência da Fundação Palmares.

A ação foi apresentada ontem ao STJ, encaminhada diretamente ao presidente da Corte, João Otávio de Noronha.

Em fevereiro, o ministro atendeu ao pedido do governo e liberou a nomeação de Camargo.

Segundo a Defensoria, devem ser restabelecidos os efeitos de uma decisão da Justiça Federal do Ceará que suspendeu a nomeação do presidente da Fundação Palmares em novembro do ano passado — até que o STJ julgue o mérito do processo.

“O que antes a decisão da presidência do Superior Tribunal de Justiça que suspendeu a liminar caracterizou como um excesso ‘em manifestações em redes sociais’ tornou-se um concreto e evidente desrespeito ao ordenamento jurídico, apto a justificar a reconsideração da suspensão e o restabelecimento do determinado pela primeira instância federal”, diz a DPU.

Como registramos, em áudios de uma reunião fechada Camargo classificou o movimento negro como “escória maldita” que abriga “vagabundos”. Na conversa, o presidente da Fundação Palmares afirmou também que Zumbi dos Palmares era um “filho da puta que escravizava pretos” e que o governo não deve “apoiar agenda da consciência negra”.

Leia também: EXCLUSIVO: MORO ATACA

Comentários

  • Paulo -

    JA ERA PRA ESTAR PRESO, FALTA URBANIDADE PRA ESSA GENTE, ESTAO MEXENDO COM O QUE TEM DE MAIS HORRIVEL NO MUNDO, NAO TINHAMOS ESSES PROBLEMAS, MAS A JUSTIÇA TORTA E LENTA.

  • ALEXANDRE -

    Mais uma ação judicial inútil promovida pela defensoria pública. Mais uma vez desperdiçando o dinheiro dos imposto pagos pelo cidadão que produz riqueza. Rasgando nosso dinheiro...

  • Sergio -

    É isso que quer dizer um negro de alma branca?

Ler 35 comentários