ACESSE

Defesa de Flávio diz que não vai mais permitir gravações de depoimentos

Telegram

Em nota, a defesa de Flávio Bolsonaro afirmou neste domingo que recebeu com “perplexidade” a divulgação de trechos do depoimento do senador ao Ministério Público do Rio de Janeiro.

“Em tendo sido provada a ineficiência do sigilo imposto judicialmente à investigação, esclarece a defesa que a partir deste momento não serão mais permitidos os registros audiovisuais do Senador durante as suas manifestações procedimentais, além do que ainda esta semana representará aos órgãos de correição do MPF para que apure a falta e o delito, se houver”, afirma.

Em depoimento obtido por O Globo divulgado neste domingo, o senador confirmou que pagou R$ 86,7 mil em espécie na compra de salas comerciais no Rio de Janeiro.

No relato, Flávio afirmou aos promotores que pediu o dinheiro emprestado para o pai e um irmão (que ele não identificou).

Leia mais: EXCLUSIVO: Ninguém tinha conseguido esmiuçar as movimentações suspeitas nas contas do amigo pessoal do presidente da República. Até agora.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 60 comentários