ACESSE

Defesa de Flávio quer nova data para depoimento

Telegram

Além de contestar a competência do grupo do Ministério Público que atua na primeira instância para tomar seu depoimento, Flávio Bolsonaro também quer o direito de marcar uma nova data para o interrogatório.

O MP intimou o senador e sua mulher, Fernanda, a prestarem o depoimento nos próximos dias 6 e 7. Mas os advogados do senador exigem que o órgão apresente antes a designação que habilitou os promotores a fazer a intimação.

O ato foi proferido pelo Grupo de atuação especializada de combate à corrupção (GAECC) do MP e não pelo Grupo de Atribuição Originária Criminal da Procuradoria-Geral de Justiça (Gaocrim), que atua na segunda instância e para onde o caso foi levado na semana passada.

“O Gaecc não tem designação para intimar o Flávio porque eles são da primeira instância. A defesa pediu que eles informem se há designação ou não. Apenas depois disso será marcada uma data”, disse a assessoria do senador.

Leia mais: O caso Flávio Bolsonaro-Queiroz: até onde a investigação pode chegar? Clique para saber mais

Comentários

  • Sonia -

    O picareta só foge das explicaçõeS .E O OPORTUNISTA BOLSO DEPOIS DA PRISÃO QUEIROZ VIROU UM CORDEIRO

  • Nina -

    Flávio vai ficar querendo mudar a data.

  • Carmen -

    Os criminosos estão cada vez mais ousados. Quanta prepotência!

Ler 32 comentários