Defesa de Glaucos pede quebra de sigilo do próprio cliente

A defesa de Glaucos da Costamarques pediu a Sérgio Moro a quebra do sigilo telefônico do próprio cliente para esclarecer o caso do terreno para o Instituto Lula.

Para advogados do empresário, o juiz deve investigar o conteúdo das conversas de Glaucos com Roberto Teixeira e José Carlos Bumlai, grandes amigos de Lula.

Lula, Glaucos, Teixeira e outras cinco pessoas são réus no processo sobre um esquema de corrupção envolvendo contratos entre a Petrobras e a Odebrecht.

Segundo a denúncia do MPF, parte do valor desviado da Petrobras foi lavada a partir da compra de um terreno que seria sede do Instituto Lula –jamais utilizado–, e Glaucos é o laranja do ex-presidente.

Comentários

  • luizs -

    Certamente o juiz Moro irá autorizar. Agora, o que é muito estranho, é bumlai passar incólume por tudo isso.

  • MAURO -

    Este velhote tá embromando, protegendo alguém ai tem que ferrar mesmo. e cana nele pra aprender a não ser laranja.

  • Eduardo -

    Também deveriam quebrar o sigilo bancário e comprovar que o aluguel de SB foi mandrake.

Ler 3 comentários