Defesa de Glaucos pede quebra de sigilo do próprio cliente

A defesa de Glaucos da Costamarques pediu a Sérgio Moro a quebra do sigilo telefônico do próprio cliente para esclarecer o caso do terreno para o Instituto Lula.

Para advogados do empresário, o juiz deve investigar o conteúdo das conversas de Glaucos com Roberto Teixeira e José Carlos Bumlai, grandes amigos de Lula.

Lula, Glaucos, Teixeira e outras cinco pessoas são réus no processo sobre um esquema de corrupção envolvendo contratos entre a Petrobras e a Odebrecht.

Segundo a denúncia do MPF, parte do valor desviado da Petrobras foi lavada a partir da compra de um terreno que seria sede do Instituto Lula –jamais utilizado–, e Glaucos é o laranja do ex-presidente.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. luizs disse:

    Q2VydGFtZW50ZSBvIGp1aXogTW9ybyBpcuEgYXV0b3JpemFyLg0KQWdvcmEsIG8gcXVlIOkgbXVpdG8gZXN0cmFuaG8sIOkgYnVtbGFpIHBhc3NhciBpbmPzbHVtZSBwb3IgdHVkbyBpc3NvLg==

Ler comentários
  1. MAURO disse:

    RXN0ZSB2ZWxob3RlIHThIGVtYnJvbWFuZG8sIHByb3RlZ2VuZG8gYWxndeltIGFpIHRlbSBxdWUgZmVycmFyIG1lc21vLiBlIGNhbmEgbmVsZSBwcmEgYXByZW5kZXIgYSBu428gc2VyIGxhcmFuamEu

  2. Eduardo disse:

    VGFtYultIGRldmVyaWFtIHF1ZWJyYXIgbyBzaWdpbG8gYmFuY+FyaW8gZSBjb21wcm92YXIgcXVlIG8gYWx1Z3VlbCBkZSBTQiBmb2kgbWFuZHJha2Uu