Defesa de jovem contesta polícia no caso da suástica

A defesa da jovem de 19 anos que teve o corpo marcado por uma suástica contestou a conclusão da Polícia Civil de que ela se automutilou, informa a Zero Hora gaúcha.

A advogada Gabriela Souza disse ter convicção de que sua cliente foi vítima de um ataque e alegou que o laudo pericial não descarta a hipótese de que as lesões tenham sido causadas por outra pessoa.

 

Comentários

  • Alexandre -

    Ah, vá! Vocês esperavam o quê da defesa??? Que confessassem a canalhice da cliente?

  • Jorge -

    Foi sim outra pessoa, algum marginal que ela serve de marmita

  • Oliveira -

    A defesa está certa. A perícia não contempla a hipótese de ela ter sido hipnotizada por um encantador de asnos.

Ler 77 comentários