Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Defesa de Lula diz ao STF que bens ainda não foram desbloqueados

Na última sexta (26), por maioria de três votos a um, os ministros entenderam que a Justiça Federal de Curitiba não poderia ter mantido o bloqueio
Defesa de Lula diz ao STF que bens ainda não foram desbloqueados
Foto: Adriano Machado/Crusoé

A defesa do ex-presidente Lula (foto) afirmou ao ministro Ricardo Lewandowski, na noite de segunda-feira (29), que os bens do petista seguem bloqueados na justiça de Curitiba.

Na última sexta (26), a 2ª Turma do Supremo decidiu que os bens deveria ser desbloqueados. Por maioria de três votos a um, os ministros entenderam que a Justiça Federal de Curitiba não poderia ter mantido o bloqueio.

O julgamento foi iniciado em agosto com o voto de Edson Fachin, contrário ao desbloqueio. Na ocasião, Lewandowski pediu mais tempo para decidir, suspendendo a análise. Nesta semana, Lewandowski e Gilmar Mendes divergiram de Fachin e votaram pelo desbloqueio. Nesta sexta-feira (26), o ministro Nunes Marques seguiu o entendimento pelo desbloqueio.

O pedido tem como base uma decisão do próprio STF de que a 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba, que decretou o bloqueio, foi declarada incompetente para julgar as ações referentes ao tríplex do Guarujá, o sítio de Atibaia e sobre o Instituto Lula, por não terem relação com os desvios da Petrobras.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....