Defesa de Temer: “Benefícios chocantes e ilegais obtidos pelos delatores”

Antonio Cláudio Mariz, advogado de Michel Temer, contesta a validade da delação da JBS em nota divulgada há pouco:

“A veracidade das delações dos dirigentes da JBS é contestada porque resultou em inusitado e grandioso benefício aos delatores e por não ter sido investigada para confirmar o que foi afirmado. As autoridades consideraram, sem nenhuma cautela, as delações como verdade absoluta.

Os dirigentes da JBS foram aconselhados a buscar eventuais provas para conseguir a aceitação da delação.

A delação é passível de contestação por outros aspectos: os benefícios chocantes e ilegais obtidos pelos delatores, tais como saída do país sem restrição, manobra financeira e recebimento de perdão que não poderia ser outorgado, e, vantagem maior, a total impunidade.”

Faça o primeiro comentário