Defesa nega omissão do HFA sobre nomes que testaram positivo para coronavírus

Defesa nega omissão do HFA sobre nomes que testaram positivo para coronavírus
Foto: EBC

Uma nota do Ministério da Defesa afirma que não há qualquer omissão de informações relativas a pacientes que testaram positivo para o novo coronavírus e fizeram exames no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, o mesmo que foi responsável pelo diagnóstico de Jair Bolsonaro.

A Defesa afirma que o HFA reitera que todas as informações relativas aos pacientes no contexto da Pandemia da COVID-19 foram repassadas às Autoridades Epidemiológicas, sejam federais ou distritais, via sistemas regulamentares, cumprindo rigorosamente todas as normas em vigor.

“Ao contrário do que foi divulgado, não há qualquer omissão de informações relativas a pacientes que testaram positivo”.

Segundo informações do governo do DF, o HFA encaminhou uma lista de 17 infectados, mas dois diagnosticados não tiveram suas identidades reveladas. Jair Bolsonaro foi uma das autoridades que fizeram exame no local, mas afirmou nas redes sociais ter testado negativo. O nome dele não está entre os 15 mencionados pelo hospital. O presidente não divulgou o resultado do exame.

Leia a íntegra da nota:

Acerca de recentes reportagens publicadas na imprensa, sobre supostas omissões de nomes na lista dos pacientes para a COVID-19, o Hospital das Forças Armadas (HFA) esclarece o seguinte: O HFA reitera que todas as informações, relativas aos pacientes no contexto da Pandemia da COVID-19, foram repassadas às Autoridades Epidemiológicas, sejam federais ou distritais, via sistemas regulamentares, cumprindo rigorosamente todas as normas em vigor. Ao contrário do que foi divulgado, não há qualquer omissão de informações relativas a pacientes que testaram positivo.

Hospital que testou Bolsonaro omite ao GDF dois nomes de pacientes que testaram positivo para coronavírus

 

Leia também: Coronavírus: o vírus da desglobalização.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO