ACESSE

Defesa vai alegar insanidade mental de agressor de Bolsonaro

Telegram

A defesa de Adélio Bispo de Oliveira, o agressor de Jair Bolsonaro, vai instaurar amanhã um incidente de insanidade mental, publica o Estado de Minas.

Com isso, os advogados acreditam que Adélio poderá ser transferido para um hospital psiquiátrico, onde ficaria até 45 dias para fazer exames.

Marcelo Manoel da Costa, um dos advogados, negou que o cliente tenha problemas mentais, mas disse que a banca se baseia, para o pedido, em declarações do agressor sobre o uso de remédios controlados e histórico de questões psiquiátricas.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 175 comentários