ACESSE

Delação de Cabral envolve 5 ministros e ex-ministros do TCU

Telegram

Novos detalhes do acordo de delação premiada de Sérgio Cabral envolvem acusações a quatro ministros e um ex-ministro do TCU, em casos que são objeto de investigações autorizadas e distribuídas por Edson Fachin.

Além de Bruno Dantas, Raimundo Carreiro e Vital do Rêgo –que, segundo o ex-governador do Rio, teriam recebido cerca de R$ 100 mil do ex-presidente da Fecomércio Orlando Diniz por quase um ano–, há acusações a Aroldo Cedraz e ao ex-ministro do TCU Valmir Campelo.

Clique AQUI para ler a reportagem de Fabio Serapião na Crusoé.

Leia mais: Bolsopetismo pró-impunidade: a aliança para enterrar a proposta de prisão após condenação em segunda instância

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 34 comentários