A delação do homem de Henrique Alves

O Jornal Nacional destacou agora à noite a delação do empresário Fred Queiroz, homem de Henrique Eduardo Alves.

Segundo Queiroz, o ex-presidente da Câmara –e ex-ministro de Dilma e Temer– comprou apoio de lideranças políticas com R$ 7 milhões, em dinheiro vivo, durante sua campanha ao governo do Rio Grande do Norte.

Esse dinheiro, sempre de acordo com a delação –à qual o Estadão teve acesso–, veio “da pessoa de Joesley” e não foi declarado em prestação de contas eleitorais.

Os R$ 7 milhões foram entregues numa mala a um assessor de Henrique Alves, num hotel de Natal, e depois distribuídos a beneficiados.

Preso em junho na Operação Manus, que apura fraudes de R$ 77 milhões na construção da Arena das Dunas, o ex-ministro nega tudo.

5 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. Aposto que foi o Janot que operacionalizou essa delação, qualquer bandido na frente do Janot, tem 100% de chances de sair livre, eu já trabalhei com transportes de valores, e vou lhes falar, transportar 7.000.000,00 em dinheiro vivo, tem que ser uma arca, um baú, não se consegue transportar numa mala, com certeza é mais um furo do MPF.

    1. Em 1991, eu fazia Adm na PUC e como vivíamos uma tremenda crise econômica, acabei “estagiando” numa empresa de remessa de valores, éramos um exército de 200, 300 jovens “estagiando” de corrier, era uma m… intelectualmente o serviço, kkkk, mas trabalhavamos 10 dias por mês, US$ 100 p/dia, certa vez transportei kombi lotada até o teto com centenas de milhões de cruzados novos, equivalentes a US$ 3 milhões