Delator chora e pede segunda chance

Ao mentir para Sérgio Moro, o lobista Fernando Moura praticamente inviabilizou seu acordo de delação. Em novo depoimento à Lava Jato, Moura se diz arrependido e chora. “O que eu preciso é de uma segunda chance”.

Ele confirmou integralmente a primeira delação e promete acrescentar detalhes.

No depoimento abaixo, Moura também narra o episódio que interpretou como “uma ameaça velada de alguém envolvido no processo”. E descreve o portador da mensagem como um homem branco, de 40 anos, 1,85 de altura, com sotaque paulista e cabeça raspada.

“O que aconteceu foi que um dia antes de eu vir para a audiência, fui trocar minha carta de motorista. Ao sair do despachante, estava na Avenida 9 de julho, uma pessoa me abordou: ‘Oi, tudo bem. Como estão seus netos no sul? Dá um abraço no Leo (filho)’ e deu tchau”.

“Tenho dois netos que moram em Venâncio Aires. Só minha família sabe disso. Meu filho é separado. Eu fiquei totalmente transtornado e ia negar toda a delação.”

1 comentário

  1. Donald Trump vai atropelar Hilária Clinton. Agora que estão definidos os indicados, após NY, Trump vai abordar os seguintes temas: aborto; Monica Lewisnky e o oral no salão oval da Casa Branca; invasão de islâmicos e mexicanos e cubanos ilegais nos EUA; defesa nuclear para Japão e Coreia do Sul…….. o papo furado politicamente correto dos comunistas está no fim…….

Comentários temporariamente fechados.
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.