Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Delator da Odebrecht diz que não foi coagido a falar de Lula

Carlos Armando Guedes Paschoal, ex-executivo da Odebrecht, disse que não foi coagido a incriminar Lula no processo envolvendo o sítio de Atibaia, noticia a Folha.

No mês passado, ele havia afirmado que foi “quase coagido” a entregar o presidiário condenado.

Em um depoimento na 3ª Vara da Fazenda Pública, em São Paulo, na última sexta-feira, Paschoal afirmou que prestou todas as informações de forma livre e espontânea e que se equivocou ao falar em suposta coação.

“Quanto à expressão ‘quase coagido’ e minha colaboração envolvendo o ex-presidente Lula no sítio de Atibaia, reafirmo, como o fiz em meu interrogatório naquela ação penal, que a referida colaboração foi feita de maneira livre e espontânea. Admito que não me expressei de maneira adequada em meu depoimento como testemunha no dia 3 de julho de 2019, em São Paulo.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO