ACESSE

Joesley e Wesley com Covid-19

Telegram

Os irmãos Joesley e Wesley Batista estão com Covid-19. Pelo menos é o que alega a defesa, que foi ao Supremo pedir que seja adiado o julgamento sobre a validade das delações – marcado para o dia 17.

Os advogados da dupla querem que o julgamento seja presencial e alegam que não podem encontrar seus clientes nem ir ao STF, por causa da pandemia.

A defesa também diz que o julgamento da delação atrapalharia a prioridade que o STF tem dado a processos ligados à Covid-19.

O caso deve tomar algumas sessões no plenário – só de sustentações orais dos advogados, serão quatro horas.

Relator do caso, ministro Luiz Edson Fachin insistiu por meses para Dias Toffoli pautasse o julgamento. Seu voto está pronto desde setembro do ano passado.

Leia também: Até quando ele conseguirá frear Bolsonaro?

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 26 comentários