Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Delegada do caso Allan dos Santos se disse 'incrédula' com transferência feita pela PF

Dominique de Castro Oliveira atuava junto à Interpol e foi responsável por extradição do bolsonarista; 'forte sensação de revolta', disse ela a colegas
Delegada do caso Allan dos Santos se disse incrédula com transferência feita pela PF
Foto: Reprodução, TV Globo

Surpreendida pela ordem para retornar ao trabalho na superintendência da PF em Brasília, a delegada Dominique de Castro Oliveira (foto) disse em mensagem enviada aos colegas na quarta (1º) que o sentimento é de “incredulidade”, informa o Estadão.

“Há a forte sensação de revolta e de estar sendo injustiçada”, escreveu ela.

Dominique, que atuava junto à Interpol havia 16 anos, foi a responsável pela ordem de prisão do blogueiro bolsonarista Allan dos Santos, colocado na lista de difusão vermelha do sistema de alerta para captura de foragidos internacionais.

Na prática, a delegada apenas recebeu o mandado de prisão expedido pelo STF, reviu a documentação, produziu a minuta e encaminhou o pedido para publicação.

“Supostamente eu fiz algum comentário que contrariou. Qual foi, quando, para quem, em que contexto e ambiente, não sei. A chefia também disse que não sabe, cumpriu uma ordem que recebeu”, diz outro trecho da mensagem encaminhada por Dominique aos colegas.

Em nota, a PF negou que o remanejamento da delegada tenha relação com o processo de extradição de Allan dos Santos, mas não explicou o motivo da troca. O Estadão apurou que a Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal analisa se há medidas cabíveis no caso.

Determinada por Alexandre de Moraes em outubro, a extradição do blogueiro bolsonarista, que atualmente mora nos EUA, ainda está em tramitação.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....