Delegado que trabalhou com Lindbergh e Picciani era próximo de filhos de Bolsonaro, diz número 2 da PF

O diretor-executivo da PF, Carlos Henrique Oliveira de Sousa, foi questionado em depoimento se tem conhecimento de algum delegado “próximo de Jair Bolsonaro”.

Ele citou Márcio Derenne, que já trabalhou com Lindbergh Farias e Leonardo Picciani.

“O depoente não sabe precisar se na época da Operação Furna da Onça o delegado Marcio Derenne se encontrava na SR/RJ, que a proximidade conhecida pelo depoente seria entre o DPF Marcio Derenne e os filhos do presidente, não sabendo precisar exatamente qual dos filhos.”

Ele também disse se recordar da “participação de Flávio Bolsonaro em eventos públicos na Superintendência da PF no Rio de Janeiro e eventos promovidos pela Associação de Delegados”.

Leia também: JORNALISMO DE VERDADE NÃO É PARA AGRADAR AOS PODEROSOS
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 49 comentários
TOPO